sábado, setembro 16, 2006

Avenida Beira Mar - Fortaleza (CE)

Todas as fotos foram tiradas na Avenida Beira Mar (clique sobre elas para aumentar)



Como imagino que muitos de vocês saibam, fui até Fortaleza apresentar uma conferência em um colóquio de filosofia na Universidade Federal do Ceará. Já falei de minha impressão geral da cidade e do hotel em que eu e meu marido ficamos hospedados e, agora, escrevo um pouco sobre a Avenida Beira Mar. Ela se estende pela praia do Meireles e Mucuripe na orla marítima da região mais urbanizada da cidade, a maioria dos hotéis se concentra em suas imediações, os prédios altos formam uma "parede" na praia. Alguém me disse que os cearenses não moram nos apartamentos da orla, só os turistas e aqueles que desejam viver na "Festaleza", expressão divertida, não é?

As pessoas fazem caminhadas no calçadão e à noite, na praia de Meireles, há uma feira de artesanato bem movimentada, dá para encontrar rendas, lençóis, toalhas de mesa, artigos de couro, estátuas, colares, saídas de banho, etc.
Várias barraquinhas vendem sucos, água de coco e pratos na praia, mas nos disseram que não deveríamos comer por ali e não o fizemos. Minha impressão era a de que muitas delas não passariam no quesito "higiene", se bem que antes da advertência, bebemos uma água de coco em uma delas por R$1,10, enquanto em uma outra barraquinha (se é que um lugar todo cercado e com piso pode ser chamado de barraquinha) logo em frente ao hotel, pagamos R$3,00, mas preferimos não arriscar muito e pagar mais para não ingerir mais do que tínhamos pedido. Comemos casquinhas de siri razoáveis e sanduíches naturais ali. Gostei de um sanduíche natural que combinava pão integral, queijo branco e uma salada feita com beterraba e cenouras raladas temperadas com vinagre, azeite, sal, gengibre ralado e um pouco de castanha de caju. Também bebemos um suco muito bom feito com suco de cenoura, abacaxi, suco de laranja e um toque bem sutil de gengibre. Muito revigorante.


Na praia do Mucuripe, ficam os barcos dos pescadores, quando passei uma tarde, os barcos estavam todos parados, com as velas fechadas, é muito bonito quando elas estão abertas. A praia mesmo fica tomada por embarcações pequenas, algumas são usadas como casas. Tenho a impressão de que os pescadores vivem ali, a maioria conversava e jogava cartas em mesas de madeira. O contraste entre os hotéis do outro lado da avenida e os pescadores na praia é meio chocante.
Ainda em Mucuripe, encontra-se a estátua de Iracema, personagem de José de Alencar, como eu li quase tudo que ele escreveu quando era tinhas uns 14 anos, acho que ela merece figurar aqui.


Ventava muito enquanto estive na cidade, disseram que era só nessa época do ano, mas não damos sorte, sempre que vamos ao litoral somos saudados com dias ventosos. Foi assim em Trancoso e em Florianópolis, nossos últimos destinos de férias. Geralmente ficamos em resorts, o Osmyr não gosta muito de andar por aí, mas de deitar na rede e não andar muito para comer, eu sou o contrário, então, fiquei contente em andar um pouco mais em Fortaleza. Fazia isso sozinha enquanto ele dava seu curso na parte da tarde.
Depois continuo narrando minhas outras "caminhadas" pela cidade.

10 Comments:

Blogger Akemi said...

Que delícia de passeio, mesmo que tenha feito sozinha! Pelas fotos o tempo estava lindo por lá, pena que o vento estivesse forte. Será que é mais fresco? Adorei os sucos que tomou, que delícia! Agora, isso de não comer nada nas barraquinhas e nas praias, acho melhor mesmo. Sabe-se lá quanto tempo aquela comida esteve debaixo do sol! Aguardaremos novas estórias de sua visita a Festaleza!

17/9/06 12:21 AM  
Blogger valentina said...

OI Karen, gostei muito das tuas fotos. Acho que sou como voce pois adoro andar pelos lugares, fuçar como se diz. Meu namorado só gosta de relax.

17/9/06 8:28 AM  
Blogger karen said...

Akemi, o tempo esteve lindo mesmo! Muito quente, o vento era um pouco mais fresco na parte da manhã e à tarde, mas não diminuia o calor, disseram que ventava assim só nesta época do ano.

Valentina, eu amo andar e fuçar coisas, entrar em lojas só para ver o que elas têm, etc. Seu namorado e meu marido poderiam fazer companhia um ao outro enquanto passeamos!

17/9/06 8:50 AM  
Blogger miki w. said...

meu sonho acalentado é um dia morar na praia. não gosto de torrar no sol, mas AMO ficar andando exatamente onde a água quebra na areia. adoro, adoro, adoro (se bem que, do jeito que sou urbana, vai ter q ser uma cidade na praia muito cosmopolita hahaha)!
adorei a expressão "festaleza", gosto muito de prestar atenção da sonoridade e "estética" das palavras, aliás, adoro a língua portuguesa!
bjs, miki

18/9/06 7:17 PM  
Blogger Karen said...

Miki, eu também odeio ficar "lagarteando" ao sol, acho tão sem sentido ficar deitada uma manhã inteira para pegar uma cor! Também gosto de caminhar na areia, mas tem que ser em um lugar limpo, nesse caso, longe da cidade e do esgoto. (Sou meio hipocondríaca...)
rs

18/9/06 9:13 PM  
Blogger miki w. said...

eca, nem me fale :-p! eu sou mega-nojenta hehehe. bjs miki

19/9/06 9:14 PM  
Anonymous renata said...

Esgoto junto às praias parece ser uma realidade na costa brasileira. Das poucas que conheço, nenhuma se salvou. Eu até gostaria de passar horas debaixo do sol com uma palavra cruzada ou algo do gênero mas tenho problemas sérios de pele e prefiro não me arriscar.

21/9/06 9:48 AM  
Blogger Karen said...

Renata, pois é! Eu até fui em praias bem limpinhas na Bahia e em Floripa, mas todas ficavam bem afastadas da cidade!

21/9/06 7:24 PM  
Anonymous Anônimo said...

Apenas para esclarecer, as praias de fortaleza (citadas) não tem esgoto a não ser que seja clandestino, existe um "emissário submarino" que leva o esgoto a 1,5 km da costa do mucuripe. Entretanto não se pode dizer que a praia é banhavel pq existe a "poluição" causada pelo porto do mucuripe quando sao "lavados" navios etc.. etc.. etc.. não se pode deixar de ir em fortaleza ao "porto das dunas" ou a "praia do futuro" sendo o primeiro mais distante a 20 km da orla mas otimo para banho e com toda a infra-estrutura turistica

23/9/07 11:27 PM  
Blogger Karen said...

Anônimo, obrigada pelos esclarecimentos, eu ignorava como era o sistema de esgoto da orla, entretanto, sempre fico com um pouco de receio de me banhar em praias muito próximas das cidades. Infelizmente, não tive tempo de aproveitar a praia do futuro, comer caranguejos, entrar na água, etc. Lamento muito não ter aproveitado tudo o que a cidade tem a oferecer.

24/9/07 8:13 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home